terça-feira, 25 de junho de 2013

Como eu consegui meu emprego...e você pode também!

Oi gente!! Depois de um tempão sem postar, gostaria de primeiramente pedir desculpas às minhas amigas que sempre lêem o meu blog na espera por novidades. Mas eu vou fazer o possível para postar com mais frequência....

Estou aqui, super feliz, para fazer um post mais do que merecido sobre a minha grande conquista:
I GOT A JOB!!!!!!!

Quando digo que consegui um emprego, não estou me referindo a um emprego de babá - não querendo menosprezar a categoria, afinal, vim pra cá como babá, mas eu sempre quis trabalhar em empresa - e muitas das meninas que vêm pra cá, depois que conseguem o green card também procuram emprego em empresas. Pois é. Consegui!!! E vou contar a vocês como foi a minha jornada.

Eu, como já tenho meu currículo em Business Communication back in Brazil, a lot of experience, pude fazer um currículo bem bacana. Além disso, também tive trabalho voluntário - um diferencial que vc deve incluir no seu currículo. Aqui nos States é assim... vc precisa formatar seu currículo de acordo com a vaga que irá se candidatar. Dê mais atenção, coloque mais detalhes naquelas atividades que irão ter maior relevância de acordo com a vaga que está se candidatando. Além disso, a Cover Letter é essencial para a maioria das vagas. De novo - precisa ser direcionada, de acordo com a vaga especifica pela qual vc está se candidatando. Todo este processo demanda bastante tempo, pois encontrar algo interessante é fácil, daí demanda tempo para formatar tudo bonitinho e finalmente, enviar o currículo.

Eu demorei dois meses enviando currículos e me preparando, pois não dá para não se preparar. Primeiro porque esta seria a minha primeira entrevista de emprego em inglês. Estudar nunca é demais. E para quem não tem o inglês como primeiro idioma - meu caso! - bate um nervosismo imenso, uma grande insegurança. E eu imagino que não é só comigo. Então eu tive a ajuda da minha querida amiga Cíntia (e também o marido dela) para que eu pudesse me preparar. Existem vários materiais que vc encontra no Google, com possíveis perguntas que o entrevistador irá te fazer na primeira entrevista, o que esperar, como se portar, etc. Há o passo-a-passo de cada processo e, trust me, ajuda muito se preparar, pois a ansiedade não toma conta. Eu, por exemplo, fui overprepared em praticamente todas as entrevistas.

A primeira entrevista que eu consegui foi em uma empresa de Marketing. A primeira entrevista, geralmente, como meu marido já tinha me contado, é só para que vejam como vc é, se é apresentável, se o seu estilo vai combinar com o estilo da empresa. Geralmente eles vão falar bastante sobre a empresa e e te fazer perguntas genéricas, do tipo se vc se considera um lider. Se sim, o porquê, etc. Na primeira entrevista, geralmente vc não faz idéia de como o emprego será. Eles nem comentam sobre salário.
Já na segunda entrevista eles abrem o jogo com vc e dependendo do emprego, como foi no meu caso, eles te convidam para fazer o shadowing, que seria ir à campo com um trainer ou só com um funcionário. Daí vc vai ver se quer realmente fazer aquilo que lhe será ofertado. Durante o período de shadowing, que pode ser durante duas horas ou durante o dia todo, como foi meu caso, o trainer vai te fazendo perguntas aleatórias, perguntas sobre seu background profissional, sobre sua vida, tentando descobrir mais sobre o seu perfil e se encaixaria com o job available. No meu caso, eles me ofereceram o job mas eu não aceitei pois seria 100% comissão. Não aceitei e continuei procurando...

 E foi ótimo porque daí surgiu uma nova oportunidade. Por enquanto como ainda estou no período de experiência, não quero divulgar nomes e nem nada.  Mas só quero dizer, principalmente para as meninas que estão na mesma situação que eu estive, para que acreditem que é possível conseguir um emprego que não seja no Burguer King. Tudo depende do seu perfil, da maneira como vc se porta durante a entrevista, de como vc se vende e tudo mais.

Neste job que surgiu era para uma vaga internacional, Português e Inglês. Eu fui chamada para a entrevista que foi em grupo, com pessoas que falam diversos idiomas. Durante a entrevista em grupo, diversos supervisores estiveram presentes. Cada um teve de se apresentar, falar um pouco de si, do que gosta, da experiência profissional, etc. [Então já se prepare para falar bastante sobre seu lado profissional]. Depois foi feita uma dinâmica em grupo. Eles nos dividiram em grupos e nos deram uma situação. O meu grupo foi o primeiro a se apresentar e foi muito bacana porque eu me senti confiante e muito confortável. Foi ótimo, pois nosso grupo foi o que mais se destacou. O importante neste passo é que você tente se destacar sem querer se aparecer - e eu consegui fazer isso muito bem, modéstia parte! A terceira etapa - tudo no mesmo dia - foi escrever um texto em inglês e o mesmo texto em português (no caso, o segundo idioma), pois eles iriam avaliar a fluência de cada um em cada idioma. O último estágio nesta primeira fase foi uma entrevista no primeiro idioma - no meu caso, o português. Foi super legal, eu conversei com uma brasileira que trabalha na empresa há um tempo. Conversamos sobre meu currículo, sobre as experiências que eu tive, o motivo pelo qual eu acredito que seria um great match for this position, etc, etc. Foi ótimo! Eu me senti bem pois estava preparada.

Daí me qualifiquei para a próxima etapa - demoraram uma semana para me ligar e marcar a próxima entrevista que seria na semana seguinte. Na segunda entrevista eu levei várias perguntas específicas ao job porque seria uma entrevista com o supervisor. Além disso, teve um teste primeiro. Como é uma vaga internacional, eu preciso ter noção de muita coisa. Por exemplo, quais as principais companhias aéreas dos States para a Europa; quais as capitais de grandes cidades nos States; capitais de países no mundo, etc. Eu ainda não sei quantas perguntas acertei e quantas errei, mas assim que terminei o teste fui chamada para a entrevista com o supervisor - foi mais uma conversa. Ele me explicou mais em detalhes o que eu iria fazer caso fosse contratada, daí foi a minha vez de fazer perguntas. Foi ótimo porque eu me preparei muito bem. Há varios links no Google com perguntas que você deve fazer em entrevistas de emprego, etc, etc. Óbvio que eu modifiquei e adequei tudo voltado para o job ofertado. E foi muito bom porque o supervisor falou que as perguntas que eu estava fazendo eram muito importantes e a nossa conversa durou uns 20, 25 min. No final ele disse que ia me oferecer o emprego porque já tinha gostado de mim no primeiro dia.

Agora, vcs devem estar se perguntando "Mas onde vc está trabalhando??" Este vídeo, talvez responda:



Imagine a minha felicidade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! :) Sorriso enorme, né?

É isso! Fiz este post para dividir com todas vocês a minha experiência. Mais do que isso, fiz especialmente para as meninas que estão procurando emprego e não sabem por onde começar. Minhas dicas, além de todas acima, são: Prepare-se acima de tudo. Não dá pra mandar currículo pra qualquer lugar. Tem que preparar o currículo, ler direitinho a descrição da vaga e se preparar.
Quando a empresa marcar entrevista com vc, leia o site inteirinho da empresa, faça anotações, chegue lá sabendo do que se trata e já traga perguntas, mostre-se interessada mesmo que não tenha certeza sobre o que é. O fato de não ter o inglês como primeiro idioma nos deixa muito, mas muito inseguras. Mas se vc conseguir a entrevista é porque a empresa viu algo de bom em vc e acredita que vc pode ser um bom profissional para eles. E mostre que vc pode ir além. Use um bom vocabulário, pergunte se não entender, fale devagar. Prepare-se e tudo irá acontecer naturalmente :)

Eu sei que é super clichê...mas as coisas acontecem no momento certo. Eu só consegui este emprego porque me preparei, perdi várias horas lendo sobre como me preparar para entrevistas, pratiquei com a minha amiga (ela fingiu ser meu entrevistador, etc, etc). Todo o esforço valerá a pena quando vc conseguir um emprego bom. Vai por mim. Se vc discordar, é só passar no Burguer King e perguntar se tem vagas de emprego...

Beijos e até o próximo post!!!!

*Gostou do meu post? Deixe seu comentário!!!
**Já conseguiu emprego? Qual foi sua tática?? Compartilhe, deixe seu comentário!

Um comentário:

  1. Déh!

    Super Profissional, sempre! Vc estava sumidinha daqui mesmo :( mas eu não fico atrás neh...a situação é a mesma.
    Mas estou super feliz pela conquista, além de profissional, é mega competente e merece, hora o job ajuda e hora atrapalha...sabemos bem disso! ...muito bem...rs No final é só felicidade! Fé em Deus e pé na tábua. Fica em paz! Amamos tu, tatu! bjs bjs bjs S2 Si :*


    ResponderExcluir